Blog

Ser Jovem Empreendedor também é saber estar, é saber ouvir, é saber comunicar. - Hugo Silva

A participação no programa “A Empresa”, na Competição Nacional, é sem qualquer dúvida a melhor experiência que se pode ter na nossa vida enquanto estudantes.

O meu nome é Hugo Silva, sou aluno da Escola de Comércio de Lisboa e há três anos consecutivos que participo no programa Braço Direito.

Aos alunos que participam neste programa, a Junior Achievement Portugal, proporciona que estes possam ter a oportunidade de estar com um empresário e viver o que esse empresário vive no seu dia normal de trabalho.

Com esta experiência, de três anos de participação no programa, o que aprendo é que quando queremos verdadeiramente trabalhar, acabamos por conseguir, mesmo que por vezes pelo caminho encontremos alguns obstáculos, que com as competências que vamos adquirindo nesta tipologia que é o Braço Direito, e também na escola, faz com que nos tornemos melhores e mais profissionais.

No Braço Direito, a participação tem sempre impacto naqueles que participam, visto que se acaba por aprender bastante e é isso que nos faz continuar a querer trabalhar arduamente, para que consigamos continuar a lutar pelos nossos sonhos e objetivos na vida.

A participação no programa “A Empresa”, na Competição Nacional, é sem qualquer dúvida a melhor experiência que se pode ter na nossa vida enquanto estudantes. É aqui que desenvolvemos competências, que ao longo do percurso escolar não temos a perceção que temos, mas que depois acabamos por ganhar.

No dia da Feira Ilimitada, que é o dia em que as empresas apresentam as suas ideias de empreendedorismo a um conjunto de júris, é um dia bem extenso, começando logo às 06h30 e acabando às 00h00. São muitas horas de trabalho, sempre em pé e a apresentar a ideia. Mas vale sempre a pena o esforço.

Quando chega a fase final, ou seja, saber os resultados, é sempre aquele momento em que se fica mais ansioso, porque sabemos quantas empresas é que passam à Competição Nacional e é aí que ficamos com receio de que a nossa não tenha sido selecionada.

Cito agora, aquilo que sentimos no dia em que soube que a minha equipa tinha passado à fase da Competição Nacional e o quão contente estávamos:

“Sem palavras para descrever o momento de felicidade! Quando ouvimos o nome Easy Cane, pensamos que fosse um sonho que se tinha acabado de realizar, mas... que mais tarde iríamos acordar e não passava de um simples sonho, mas não, foi então que ouvimos pela segunda vez o nome Easy Cane e foi nesse mesmo momento que soubemos que tínhamos ganho! A equipa chegou até à Competição Nacional e sem dúvida que é aqui que se verifica que todo o trabalho que se faz em equipa é reconhecido, e fica-se super orgulhoso por tudo aquilo que se faz ao longo do desenvolvimento do trabalho.”

O que espero dos verdadeiros empreendedores que temos a sorte de ter em Portugal, é que estes possam continuar a caminhar para o sucesso, pois é dele que dependemos e que nos tornamos os empreendedores do mercado de trabalho.

Um agradecimento especial à JAP, pela magnifica experiência que proporciona aos vários alunos das várias escolas secundárias e profissionais.

 

Category : Junior Achievement Portugal - A Empresa Posted : 4 June 2018 15:33 UTC

Add comment

Post a comment

Security code Refresh

Related Articles

Subscribe to our blog